Stock Car tem corrida com cinco primeiros em menos de três segundos

Em mais uma chegada espetacular, Thiago Camilo vence a segunda prova do dia, com Salas faturando a primeira

O pole position Guilherme Salas venceu a primeira prova do dia, faturando também a melhor volta e um sétimo lugar na corrida complementar, tornando-se o maior pontuador do evento.

A façanha concedeu ao piloto de 27 anos o troféu “Claro 5g Man of the Race”, por ter registrado nada menos que 46 pontos em 56 possíveis (ou 82%).

“O final de semana foi espetacular. Ajudou muito no meu campeonato. Estávamos mal por conta da etapa de Goiânia. Mas depois de hoje eu estou certo que vamos nos recuperar nas últimas etapas. A pole position que conseguimos ontem, a vitória de hoje, maior pontuador da etapa… foi sensacional”, disse Salas.

Também mereceu destaque no Autódromo Velocitta neste domingo, durante a 10ª etapa da Stock Car Pro Series, a chegada da prova complementar, com o vencedor Thiago Camilo recebendo a bandeirada a apenas 2s8 do quinto colocado, Denis Navarro, em mais uma corrida espetacular de uma temporada que vem se provando extremamente equilibrada.

O encontro marcou ainda mais um round entre o líder Gabriel Casagrande e o tricampeão Daniel Serra, pilotos que praticamente desde a primeira etapa vêm duelando pela ponta da classificação.

Guilherme Salas converteu a pole obtida no sábado, a segunda de sua carreira na Stock, em uma vitória impecável – que também foi a segunda de sua trajetória na Stock Car.

O piloto da equipe KTF manteve a dianteira na largada, defendeu a posição de forma precisa e seguiu dominante até a bandeirada, perdendo a ponta apenas no momento da troca obrigatória de pneu.

Ricardo Zonta, que havia largado do segundo lugar, valorizou a vitória de Salas mantendo pressão em diversas ocasiões, para cruzar a linha de chegada apenas 1s4 atrás do vencedor.

Mas Zonta não teve tranquilidade também: o terceiro colocado, Cesar Ramos, chegou 1s5 atrás, também mantendo o segundo colocado em sua alça de mira nas voltas finais.

Se os três primeiros da corrida inicial chegaram “embolados”, a situação foi mais tensa na chegada da prova complementar.

Depois de chegar em décimo, Casagrande largou da pole devido à regra do grid invertido. O jovem paranaense liderou as oito primeiras voltas, até o início das paradas de box obrigatórias, quando Allam Khodair assumiu a ponta durante três voltas.

Thiago Camilo tomou a liderança somente na 13ª das 18 voltas disputadas, mas não teve paz até o final, sofrendo ataques até a bandeirada.

Na linha de chegada, Camilo foi o primeiro, seguido por Casagrande (1s4 atrás), Khodair (1s8), Serra (2s3) e Navarro a apenas 2s8 de distância do líder. Esta foi a 35ª vitória da carreira de Camilo.

Com um décimo e um segundo lugares, Gabriel Casagrande chegou a 309 pontos totais na temporada, mas com o descarte das quatro piores largadas o paranaense totaliza 302. Serra, que chegou a 296 pontos, descarta 13 e atinge 283 pontos válidos.

“A gente está cada vez perto do objetivo. Seguimos muito próximos do vice-líder, o Daniel (Serra). Vai ser uma briga muito complicada com ele, que já sabe a receita, ganhou três títulos e sabe o que fazer. Eu estou tentando o meu primeiro, não é fácil. Mas vamos com tudo. Só tenho que agradecer à equipe por tudo o que eles têm feito por mim, eu tenho um carro muito bom, que me ajuda a brigar pelas primeiras posições. Vamos fazer de tudo para manter a liderança até o final”, disse Casagrande.

Maior pontuador no Velocitta, Salas está em 13º lugar, com 179 pontos válidos, enquanto Thiago Camilo é o sétimo, com 236 pontos após descartes.

A 11ª etapa da Stock Car Pro Series será disputada no dia 21 de novembro, em Santa Cruz do Sul (RS).


Corrida 1
1º – Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – 19 voltas
2º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 1s444
3º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 2s979
4º – Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 4s753
5º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 9s348
6º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 10s762
7º – Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 12s642
8º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 13s083
9º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 13s707
10º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 14s826

Corrida 2
1º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – 18 voltas
2º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 1s476
3º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 1s842
4º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 2s334
5º – Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 2s859
6º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 3s087
7º – Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 3s634
8º – Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 5s777
9º – Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 8s018
10º – Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 9s205

Classificação do Campeonato – Piloto / Pontuação total / Com descartes
1º – Gabriel Casagrande – 309 (302)
2º – Daniel Serra – 296 (283)
3º – Ricardo Zonta – 251 (251)
4º – Rubens Barrichello – 251 (249)
5º – Ricardo Maurício – 243 (243)
6º – Cesar Ramos – 240 (240)
7º – Thiago Camilo – 236 (236)
8º – Átila Abreu – 213 (213)
9º – Allam Khodair – 204 (204)
10º – Diego Nunes – 194 (194)
11º – Bruno Baptista – 184 (184)
12º – Denis Navarro – 181 (181)
13º – Guilherme Salas – 179 (179)
14º – Marcos Gomes – 178 (178)
15º – Rafael Suzuki – 165 (165)
16º – Gaetano di Mauro – 153 (153)
17º – Cacá Bueno – 148 (148)
18º – Julio Campos – 141 (141)
19º – Galid Osman – 97 (97)
20º – Lucas Foresti – 97 (97)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui