HomeCategorias InternacionaisNascarMorre Bruton Smith, membro do Hall da Fama da NASCAR

Morre Bruton Smith, membro do Hall da Fama da NASCAR

Fundador da Speedway Motorsports, Smith teve morte anunciada nesta quarta-feira (22). Ele tinha 95 anos. As causas não foram reveladas

PUBLICIDADE

Morreu Bruton Smith, fundador da Speedway Motorsports, empresa proprietária de uma série de autódromos nos Estados Unidos, e membro do Hall da Fama da NASCAR. Natural de Oakboro, na Carolina do Norte, o empresário tinha 95 anos e teve sua morte anunciada nesta quarta-feira (22), sem causa revelada.

Smith era considerado uma das pessoas mais influentes do automobilismo norte-americano, não só por deter sob sua guarda alguns dos circuitos mais importantes do país, mas também por ter uma visão diferenciada e comercial do negócio, construindo uma fortuna com o esporte.

Atualmente, a Speedway Motorsport é dona do Atlanta Motor Speedway, Bristol Motor Speedway, Charlotte Motor Speedway, Dover Motor Speedway, Kentucky Speedway, Las Vegas Motor Speedway, Nashville Superspeedway, New Hampshire Motor Speedway, North Wilkesboro Speedway, Sonoma Raceway e Texas Motor Speedway.

Bruton Smith | 1927 – 2022 – Foto: Jonathan Ferrey | Getty Images

Toque de mídas

Smith foi um dos que ajudou a construir o Charlotte Motor Speedway, em 1959, mas foi só a partir de 1975, quando recuperou o controle do autódromo que ele fez os upgrades nas instalações que rapidamente geraram tendência. A iluminação artificial foi um dos pontos que “viraram a chave” do CMS, que passou a receber a All-Star Race, que logo se tornou um sucesso de público e audiência por ter sido realizada a noite.

“Bruton Smith é um cara especial e alguém que trouxe muito para a NASCAR. Quando você pensa sobre o Charlotte Motor Speedway e Bristol, ou como New Hampshire, Sonoma e Atlanta, ele tem sido o melhor. Não há dúvida. Ele definiu o sarrafo”, declarou Roger Penske, hoje proprietário da Fórmula Indy, durante uma entrevista em 2016.

Neste mesmo ano, Smith foi introduzido no Hall da Fama da NASCAR por sua vida de conquistas no automobilismo. Agora, seu legado segue com o filho, Marceu, CEO da Speedway Motorsports.

O início

Bruton nasceu em uma fazenda em 1927, sendo o mais novo de nove irmãos. Sua infância foi difícil, ainda mais pela economia abalada pela grande crise de 1929. Sem muito luxo, decidiu que deixaria a fazenda assim que pudesse.

Na adolescência, chegou a ser piloto em pistas de terra, com um carro que comprou por US$ 700. Mas, disse ele, que a vida competindo acabou por forças superiores. “Meu pai apenas dizia para eu ter cuidado, mas minha mãe tinha problemas com isso. Ela era muito religiosa e começou a orar para que eu desistisse”, revelou Smith em entrevista à Car & Driver Magazine.

Mas isso não o deixou fora do automobilismo. A partir da década de 1950, Smith começou a organizar corridas, descobrindo uma vocação e ganhando muito dinheiro com isso, iniciando o seu legado na modalidade.

Vale lembrar

Smith já foi eleito a terceira pessoa mais poderosa do automobilismo norte-americano, em publicação de 2004 do SportsBusiness Journal.

Desde 2006, o vencedor da Coca-Cola 600 recebe o troféu Bruton Smith.

Em 1982, ele fundou a Speedway Children’s Charities, braço sem fins lucrativos da Speedway Motorsports. Estima-se que tenha distribuído para ONGs o montante de US$ 61 milhões.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais