Jean Todt reafirma apoio da FIA ao Mundial de Kart no Brasil em 2021

A competição para as categorias OK e OK Junior ocorrerá no complexo Speed Park, em Birigui (SP), entre os dias 2 e 5 de dezembro

“Nós gostaríamos de reafirmar nosso apoio total à CBA e Ricardo Gracia (Speed Park) para sediar o Campeonato Mundial de Kart OK e OK Junior em Birigui, no Brasil, no dia 5 de dezembro próximo”.

Foi com essas palavras que o presidente da FIA, Jean Todt, iniciou uma mensagem endereçada na semana passada à comunidade europeia do kartismo.

Assinado também por Felipe Massa, presidente da Comissão Internacional de Kart da FIA, o documento reconheceu o trabalho realizado até aqui pelos organizadores brasileiros e reiterou que “estamos em constante diálogo com as autoridades locais para monitorar a situação [da Covid-19] e a FIA fará de tudo para garantir o funcionamento seguro e tranquilo do evento”.

A carta foi enviada também para Gracia, Giovanni Guerra (presidente da CBA) e James Geidel, da RGMMC, empresa promotora.

Para o organizador Ricardo Gracia, a ação de Jean Todt se somou aos diversos esforços já empreendidos para reafirmar a seriedade e a credibilidade de empresas e organismos comprometidos com o Mundial. 

O Speed Park, no interior de São Paulo, está pronto para receber em dezembro o Mundial de Kart.
O Speed Park, no interior de São Paulo, está pronto para receber em dezembro o Mundial de Kart | Divulgação / Speed Park

Segurança e benefícios

Proprietário do Speed Park, complexo de entretenimento e Motorsport homologado pela FIA Karting, Gracia tem estado em diversas competições de kart na Europa para divulgar o Mundial no Brasil e, em algumas delas, esteve em companhia de Giovanni Guerra.

Nessas ocasiões, distribuiu material e explicou pessoalmente como será o Mundial no Brasil. Para reforçar ainda mais a divulgação, montou um stand, em conjunto com a Embratur, na etapa de encerramento do Europeu de Kart OK e OK Junior, em Zuera, na Espanha.

“Conversando com pais de pilotos, donos de equipe, fabricantes, imprensa, patrocinadores e fornecedores, tive a oportunidade de explicar, detalhadamente, a velocidade da vacinação no Estado de São Paulo, a segurança proporcionada pelo combate eficiente à pandemia, e mais ainda os números que garantem a segurança em Birigui. Isso sem contar os benefícios oferecidos por nós para todos os participantes”, explicou.

O organizador brasileiro está oferecendo, sem qualquer custo para as equipes europeias, os seguintes benefícios:

– Todo equipamento a ser usado no Mundial será transportado por via aérea da Itália para o Brasil;
– Ao término do Mundial, os chassis voltarão à Europa por via marítima e os motores, por via aérea;
– Todos os pilotos, a partir de seus países de origem até Birigui, desembarcarão em Rio Preto ou Araçatuba, de acordo com sua conveniência;
– A partir do desembarque, todos os traslados, sem exceção, serão providenciados pela organização por meios de veículos de última geração em termos de segurança e conforto; o benefício só será encerrado quando o último participante desembarcar no aeroporto, já retornando para casa;
– Cinco diárias de hospedagem e alimentação completa para pilotos e mecânicos;
– Todas as questões médicas, na pista ou fora dela, serão de responsabilidade da rede de hospitais e laboratórios Prevent Senior;
– Instalações permanentes e temporárias com objetivo de assegurar segurança técnica, desportiva, sanitária e de trabalho durante todo o Mundial.

Embora a viagem da Europa para o Brasil seja custeada pelos participantes, a organização providenciou pacotes aéreos com descontos.

“Quando o Speed Park foi projetado, já tomamos como base todas as exigências da FIA para homologação do complexo e sediar uma competição da envergadura do Brasileiro e o Mundial de Kart. A competição nacional, que recebemos em dezembro último, serviu para mostrar ao kartismo brasileiro tudo o que temos a oferecer. Agora, chegou a vez de mostrar ao mundo toda a nossa capacidade de organização. Está tudo pronto”, disse Gracia.

Por “tudo pronto” entenda-se também a pista. “Tínhamos até setembro para fazer todas as melhorias solicitadas pela FIA, mas conseguimos cumprir por completo o caderno de encargos no mês de julho. Quando a entidade enviou um inspetor para inspeção preliminar, já encontrou tudo concluído”, festejou o organizador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui