F1: Toto Wolff pede desculpas à Red Bull por acidente no GP da Hungria

‘Não é assim que as coisas deveriam ser’ - disse Wolff após o acidente que arruinou o dia da equipe adversária

O chefão da Mercedes na Fórmula 1, Toto Wolff, pediu desculpas publicamente à equipe rival depois do acidente provocado por Valtteri Bottas na largada do GP da Hungria, que terminou com o abandono de Sergio Perez e danos ao carro de Max Verstappen.

“Eu entendo completamente os sentimentos”, disse Toto. “Tudo o que posso fazer é assumir nossa responsabilidade. Foi um pequeno erro estar muito atrasado nos freios e tirar Lando e os dois Red Bulls e não é assim que as coisas deveriam ser. Mas na chuva pode ser bem complicado.”

“O erro foi lamentável, com grandes consequências”, acrescentou. “[Valtteri] foi pressionado pelos dois carros da frente, perdeu toda a força aerodinâmica e já era tarde demais.”

Questionado pela mídia se ele procuraria Horner para se desculpar diretamente, Wolff respondeu: “Não, farei isso em público como estou fazendo aqui com você, que sinto muito por isso.”

Apesar dos danos, Verstappen conseguiu chegar em nono, mas não conseguiu evitar que o Lewis Hamilton o superasse na tabela de classificação.

Hamilton x Alonso

O chefão da Mercedes também falou sobre o duelo entre Hamilton e Alonso, e as consequências do embate para o resultado final da corrida.

“[Fernando] se defendeu muito. Ele corre bem, sua capacidade é enorme e dá para ver o resultado. Ele fez a Alpine vencer a corrida com um jovem piloto francês e, quando você está lá, é isso que você deve fazer.”

“Poderíamos ter vencido hoje”, acrescentou Wolff. “Perdemos muito tempo atrás do Fernando e isso fez com que o Esteban ganhasse a corrida, e isso é bom. E talvez a coisa com o carma, talvez não tenhamos merecido hoje os 25 pontos completos. ”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui