HomeCategorias InternacionaisFórmula 1F1: McLaren troca Ricciardo por Piastri já em 23

F1: McLaren troca Ricciardo por Piastri já em 23

Equipe de Woking já teria comunicado seu atual titular da mudança, que deve ter caminho livre para assinar com a Alpine para o próximo ano

PUBLICIDADE

O futuro de Oscar Piastri deve ser mesmo a McLaren na Fórmula 1. De acordo com o RacingNews365, o australiano será titular já em 2023, assumindo o lugar de Daniel Ricciardo, que já teria sido avisado pela equipe de que não fará parte do grupo em 2023.

A publicação, inclusive, informa que o contrato de Piastri com a McLaren já teria sido validado pelo departamento da FIA que cuida dessa questão, o que resolveria o imbróglio criado durante a semana, quando a Alpine anunciou o piloto para a temporada que vem baseado em sua interpretação jurídica, mas que, horas depois, foi desmentida pelo australiano.

Oscar Piastri deve ser piloto da McLaren titular em 23 – Foto: Oscar Piastri Twitter

Com isso, fica evidente também que a Alpine não exerceu dentro do prazo legal a opção de extensão do contrato com Piastri. O prazo era 30 de julho, antes do anúncio de que Fernando Alonso iria para a Aston Martin, e, neste dia, o atual campeão da Fórmula 2 se acertou com a McLaren.

Para onde vai Ricciardo?

Recentemente, a McLaren tem colocado em seus contratos, sobretudo dos pilotos que correm na Fórmula Indy, de que eles fazem parte do grupo McLaren, podendo alocá-los em outras categorias – como no caso do anúncio de Felix Rosenqvist, que foi divulgado como possível competir na Indy ou na Fórmula E, algo que ainda vai ser definido.

Por isso, muita gente especula que a McLaren poderia alocar o australiano na Indy. Porém, quando Ricciardo assinou com o time de Woking, este não era sócia-majoritária da operação nos Estados Unidos, então, presume-se que o contrato dele não tenha essa opção, que a única possibilidade de mudança é ressarcindo o piloto com a multa rescisória.

Daniel Ricciardo deverá receber uma multa da McLaren – Foto: McLaren

Isso sem contar que o salário de Ricciardo, estimado em US$ 12 milhões anuais, é muito acima do que se costuma praticar na Indy. Os rumores são de que ele já estaria em conversas com a Alpine, retornando para a base do que foi a Renault, onde correu em 2019 e 2020.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais