HomeCategorias NacionaisStock CarArgentino quer botar fogo na disputa do título da Stock Car

Argentino quer botar fogo na disputa do título da Stock Car

Matias Rossi subiu de 21º para terceiro nas últimas quatro etapas e já encosta nos líderes. Nunca um estrangeiro foi campeão da categoria

PUBLICIDADE

A temporada 2022 da Stock Car Pro Series volta ao Autódromo Velocitta para a disputa da oitava etapa do campeonato entre 2 e 4 de setembro. Neste fim de semana, a categoria vai alcançar a marca de 20 corridas disputadas no circuito localizado em Mogi Guaçu, interior de São Paulo, e tem como um dos focos de atenção a subida meteórica do argentino Matias Rossi na classificação.

Gabriel Casagrande é o líder do campeonato. O atual campeão e piloto da A.Mattheis/Vogel comanda a tabela com 206 pontos, contra 184 do tricampeão Daniel Serra, da Eurofarma-RC. Também representando a A.Mattheis/Vogel, Matías Rossi é o terceiro, com 171 pontos. A seguir se enfileiram Rubens Barrichello (Full Time Sports), com 160; Gaetano di Mauro (KTF Sports), que soma 150, e Bruno Baptista (RCM Motorsport), totalizando 144.

A ascensão de Rossi

Embora Casagrande e Serra tenham se revezado na ponta da tabela desde a primeira corrida, as últimas quatro das sete etapas disputadas (todas em rodada dupla) mostram uma nova dinâmica que tem chamado a atenção das equipes. Sob esta ótica, o principal protagonista é exatamente Matias, dono do maior número de pódios (seis) até o momento.
Ao final da terceira etapa, no Galeão, o argentino estava posicionado apenas no 21º lugar.

Mas a partir da etapa seguinte, justamente no Velocitta, local das duas largadas do próximo final de semana, Rossi passou a escalar a classificação. Com duas das suas três vitórias obtidas desde a quarta etapa, Matias foi o piloto que mais cresceu no campeonato no período, contabilizando 145 pontos (ou 32% dos 448 colocados em jogo da quarta até a sétima etapas).

Em segundo lugar nesta fase da competição está o líder Casagrande (108 pontos, ou 24%), seguido por Barrichello (104, 23%), Gaetano Di Mauro (91, 20%), Bruno Baptista (89, 19,9%) e Daniel Serra (85, 19%), que decidiu colocar entre os descartes a que tem direito as duas provas da sétima etapa devido a um compromisso no exterior.

Matias Rossi – Foto: Stock Car

Descartes

Um dos pontos que podem ajudar a definir os candidatos ao título é a regra que permite a eliminação dos quatro piores resultados entre as 22 largadas a serem realizadas nas 11 primeiras do total de 12 etapas. Casagrande, por exemplo, já tem a colocar de lado as duas provas da sexta etapa (Velopark), quando zerou, enquanto Serra não disputou as duas corridas da sétima etapa (Interlagos) no fim de julho.

Rossi, de seu lado, não pode mais desperdiçar resultados. O argentino zerou nas duas provas da primeira etapa (Interlagos) e da segunda (Goiânia) e agora tem de aproveitar cada oportunidade de pontuar. Já Rubens Barrichello zerou em pontos na primeira etapa e também na terceira (GP Galeão).

Empates entre as marcas

Das 14 corridas disputadas ao longo de sete etapas até o momento, Toyota e Chevrolet estão rigorosamente empatadas em número de vitórias. Em termos de poles, o placar é bem apertado, porém com ligeira vantagem para a Chevrolet, que largou na frente quatro vezes nesta temporada: Gabriel Casagrande na Corrida de Duplas e no Velopark, Daniel Serra no Galeão e Marcos Gomes, também no Velopark. A Toyota marcou a posição de honra com Rubens Barrichello em Goiânia, Ricardo Zonta no Velocitta e Felipe Lapenna em Interlagos.

Maior vencedor

Largada em Velocitta – Foto: Marcelo Machado de Melo/Stock Car

Com duas vitórias em 2019 e uma em 2021, Thiago Camilo é o recordista de vitórias pela Stock Car no Velocitta. Felipe Fraga, Átila Abreu, Rubens Barrichello e Ricardo Zonta têm duas vitórias cada. E subiram uma vez ao topo do pódio Bruno Baptista, Julio Campos, Diego Nunes, Gabriel Casagrande, Lucas Foresti, Guilherme Salas e Matías Rossi.
O fim de semana, que também contempla a disputa da quarta etapa da temporada 2022 do BRB Fórmula 4 Brasil, começa para a Stock Car na sexta-feira (2 de setembro) com o primeiro treino livre. O sábado traz mais uma sessão de treino e a classificação, a partir das 13h30 (de Brasília). A Corrida 1 no Velocitta está marcada para 13h10 de domingo, e a etapa terá seu desfecho com a Corrida 2, a partir de 13h45.

A Stock Car Pro Series é transmitida ao vivo pela Band, canais SporTV, mídias oficiais da categoria (no YouTube e Facebook), Twitch da Tribo do Gaules, Motorsport.tv, mídias do Estadão e canal da Revista Capital Econômico. Confira a programação do fim de semana:

Sexta-feira, 2 de setembro
11h00 – BRB Fórmula 4 Brasil – Treino Livre 1
14h10 – BRB Fórmula 4 Brasil – Treino Livre 2
15h30 – Stock Car – Treino Livre 1
16h50 – BRB Fórmula 4 Brasil – Classificação

Sábado, 3 de setembro
08h25 – Stock Car – Treino Livre 2
10h05 – BRB Fórmula 4 Brasil – Corrida 1
13h30 – Stock Car – Classificação
14h50 – BRB Fórmula 4 Brasil – Corrida 2

Domingo, 4 de setembro
09h45 – BRB Fórmula 4 Brasil – Corrida 3
10h50 – Visitação aos boxes
13h10 – Stock Car – Corrida 1
13h45 – Stock Car – Corrida 2

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais